My Sound Mag

Cartazes, Horários e música

2015/12/14

[LETRA] DEAU - MENINO DA PRIMEIRA FILA


Deau - Menino da primeira fila


Será que um dia alguém também vai chamar por mim
E vou ouvir gritar o meu nome atrás da cortina
Este é o sonho que eu tinha quando tava ai
Sou mais um menino a cantar nessa primeira fila

Ok, eu não sei do plano ao certo mas
Sinto que as linhas do meu destino eram estas
Crescente o Cerco e o Candal um Bairro e uma Praceta
Tinha um mundo sem ser planeado desculpem a surpresa
Mãe, pai espero que nenhum de vocês se arrependa
A minha Mãe quase que viu escuro no dia que lhe
Arrebentei com a Placenta
O meu pai chorou comigo e com mais nenhum outro
Filho já devia ter previsto qual iria ser o seu castigo
O vosso Anjo era um diabo durante toda a infância
Mal educado e revoltado não havia concordancia
Mãe, a tua mãe sempre foi a mulher da minha vida
Lembras-te de me vir buscar ao Bairro e eu
De ti próprio me escondia
Toda a gente sabia quando o Daniel ia para casa
Era só asneiras que eu berrava na altura eu morava
Na rua, menino cor de barro e língua suja
Até o papagaio da vizinha de cima da minha Avó
Dizia Filha da Puta
Desde da nascença que conheço o meu melhor amigo
Melhor prenda que ele me deu foi ser padrinho do
Seu próprio filho
Mamávamos nas mamas das mamas um do outro
Cedo aprendemos que aos verdadeiros amigos
Se dá um mundo todo
Cresci com esse caralho, nem pelos no caralho tinha
Fazemos Beat Box e rimas com as mãos cheias
De tinta os mais velhos eram a nossa Influencia
A gente cria ser como eles quando chegasse a
Nossa adolescência um dia
A minha Mãe contou me que havia uma musica
Que eu gostava , meninos eram Rua Sesamo
E Hola Puta Dela Cabra, primeira musica que gravei
Foi calimero fuck you Abelha Maia
Os mais velhos riam-se sem saber do que falava
As coisas que uma pessoa se lembra
Em Honra de todos que conheci vou me tornar numa lenda
Foram os jogos de Futebol as bicicletas e os skates
Grafites do Rasta , do Rato e as roupas do Preto
Desde do concerto dos Mind da Gap nunca mais
Fui o mesmo em cima de um carrinho de compras
Ainda me lembro na parte de trás do Arrábida shops
Eu não me esqueço respeito sem cerimonias
Pela verdade a preço

Sera que um dia alguém também vai chamar por mim
E vou ouvir gritar o meu nome atrás da cortina
Este é o sonho que eu tinha quando tava ai
Sou mais um menino a cantar nessa Primeira Fila

Como quem como quem diz me como quem
Quem eu imitava todos os dias bem
Pela manha os gritos a minha vizinha
Dava-me tanga agora é fã dos meus manos queridos
Mas muito antes disso levava com outros tipos
Meu irmão achas que vais ser rapper olha para ti
Agora que eu sou rapper olha para mim
Acreditei num sonho lutei e fui ate ao fim
Tinha um grupo de dádiva sonora
Comecei assim, Gravador da chick
Beat Box scratch fecho eclair
Graffiti da SK qualquer esquina tinha um Tag
Percebe queria bombar