Header Ads

[LETRA] MIGUEL ARAÚJO - CARTÓRIO


Miguel Araújo - Cartório

Vem ser minha mulher
Vem comigo ao cartório
Tratamos do acessório
E seja o que Deus quiser

E se o essencial
Não cabe no papel
Daremos valor real
Ao ouro do anel

Vamos pensar a quente
Vamos que é para sempre?
Arrumo o nosso espólio
Num carro a gasóleo
E seja o que Deus quiser

Enquanto o sol deixar
Vamos descendo à sorte
Até perdermos o norte 
Enquanto houver vagar

Esse sorriso teu
É a razão do meu
Vem ser a minha mulher
E seja o que Deus quiser

Fugimos à sucapa
Até não vir no mapa
Baixamos o assento
Dormimos ao relento