Header Ads

30 SECONDS TO MARS (1ª PARTE) @ MARÉS VIVAS 2013





Desde as dezassete horas da tarde, hora a que abriram as portas, que centenas de fãs se concentravam em frente ao palco principal do festival. Na verdade largas dezenas aqueles que se juntaram numa fila quase interminável desde a noite anterior (quando ainda tocava no Marés Vivas, David Guetta).

50 Seconds to Marés Vivas (50 fotos antes da abertura das portas)

Por volta da uma da manhã hora de começo do concerto, o recinto estava com a lotação esgotada. E muitas das 25.000 pessoas que ali se encontravam já tinham estado na tenda do merchandising para  agarrar a oportunidade de conhecer a banda, desejo que seria concedido aos primeiros 250 fãs a adquirir o último álbum. Tudo a postos para o início do tão aguardado concerto de Thirty Seconds to Mars

Passava pouco da uma hora da manhã quando, finalmente, a banda subiu ao palco. Depois de alguns momentos de diversão, o grupo iniciou o concerto. Os fãs estavam mais do que maravilhados. E Jared Leto também o estava. Por várias vezes elogiou o público e disse mesmo que o concerto era tão especial por estarem a tocar “num dos sítios mais mágicos do mundo”. 

Durante o decorrer do concerto, foram lançados balões gigantes e insufláveis, momentos que causavam ainda mais diversão na plateia e arrepiavam os mais sensíveis. “Kings and Queens” ,"This Is War" ou "Up in the air" foram alguns dos temas que fizeram parte da performance do grupo. Como seria de esperar, o público acompanhou com a voz e deu tudo o que tinha a dar neste concerto carregado de sentimento e emoção.

Segunda parte da reportagem do concerto de 30 Seconds to Mars 

O espectáculo ia “de vento em popa” e a empatia do vocalista encantava os 25 mil fãs que enchiam o recinto da praia do Cabedelo. A histeria aumentou quando Jared Leto anunciou, em primeira mão, que a banda volta a Portugal em Outubro para um concerto no Pavilhão Atlântico.  

30 Seconds To Mars no Pavilhão Atlântico



Vejam aqui a segunda parte da reportagem

Data: 2013-07-20
Fotografia: Pedro Figueiredo
Texto: Sara Silva